Maceió
+29°C
 
PARTICIPE:
siga o EncontraAL no Facebook
siga o EncontraAL no twitter siga o EncontraAL no Google+
Follow Me on Pinterest
 
Bem vindo ao EncontraAL - Estado de Alagoas
Capital Maceió
O maior produtor de cana-de-açúcar e coco-da-baía.
Um dos folclores mais ricos do país.
Sua capital Maceió é considerada uma das cidade mais bonitas do país.
 

 

 

Nasceu em 2008 o alagoano Encontra Alagoas com a missão de ser o maior Guia de Bairros
e cidades de Alagoas

Todos os bairros de Maceió e cidades AL
“ aqui Alagoano Encontra ”


::MENU::     Início  |  Sobre Maceió  |  Sobre AL  |  Cidades de Alagoas |  Mapas AL  |  Hotéis AL  |  Pousadas AL

Cataratas do Iguaçu - Paraná

Sobre o estado do Alagoas (AL)

Alagoas é uma das 27 unidades federativas do Brasil e está situado a leste da região Nordeste. Tem como limites: Pernambuco; Sergipe; Bahia; e oceano Atlântico. Ocupa uma área de 27.767 km², sendo ligeiramente maior que o Haiti. Sua capital é a cidade de Maceió.

É formado por 102 municípios e suas cidades mais populosas são Maceió, Arapiraca, Palmeira dos Índios, Rio Largo, Penedo, União dos Palmares, São Miguel dos Campos, Santana do Ipanema, Delmiro Gouveia, Coruripe, Marechal Deodoro e Campo Alegre.

Penúltimo Estado brasileiro em área (mais extenso apenas que Sergipe) e 16º em população, Alagoas é um dos maiores produtores de cana-de-açúcar e coco-da-baía do país e tem na agropecuária a base de sua economia.

Inicialmente o território alagoano constituía a parte sul da Capitania de Pernambuco e só conseguiu sua autonomia em 1817. Sua ocupação decorreu da expansão para o sul da lavoura de cana-de-açúcar da capitania, que necessitava de novas áreas de cultivo. Surgiram assim Porto Calvo, Alagoas e Penedo, núcleos que orientavam por muito tempo a colonização e a vida econômica e social da região.

Apelidada de Terra dos Marechais, por nela terem nascidos os marechais Deodoro da Fonseca e Floriano Peixoto, Alagoas deu ao país numerosos brasileiros ilustres entre os quais o antropólogo Arthur Ramos, o maestro Heckel Tavares, o filólogo Aurélio Buarque de Holanda, o poeta Jorge de Lima e o escritor Graciliano Ramos.

Etimologia

O nome aparece como concorrente dos nomes das lagoas Manguaba e Mundaú, aquela "alagoa do sul", esta "alagoa do norte", já no século XVI, quando se fundam perto os núcleos de povoamento de Alagoa do Norte e Alagoa do Sul, as Alagoas, com inclusão das demais da área.

O sufixo do gentílico é o característico da área gentílica de -ano do Brasil (paraibano, pernambucano, alagoano, sergipano, baiano, goiano, a que viria juntar-se acriano).

História

A costa do atual Estado do Alagoas, reconhecida desde as primeiras expedições portuguesas, desde cedo também foi visitada por embarcações de outras nacionalidades para o escambo de pau-brasil (Caesalpinia echinata).

A primeira Constituição do Estado foi assinada em 11 de junho de 1891, em meio a graves agitações políticas que assinalaram o início da vida republicana. Os dois primeiros presidentes da República do Brasil, Deodoro da Fonseca e Floriano Peixoto, nasceram no estado.

Geografia

Cerca de 86% do território alagoano se encontra abaixo de 300m de altitude, e 61% abaixo de 200m. Apenas um por cento fica acima de 600m. Cinco unidades compõem o quadro morfológico: a baixada litorânea, uma faixa de colinas e morros argilosos, o pediplano, a encosta meridional do planalto da Borborema e planícies aluviais.

Três tipos de cobertura vegetal, em grande medida modificados pela ação do homem, revestiam o território alagoano: a floresta tropical na porção úmida do estado (microrregião da mata alagoana); o agreste, vegetação de transição para um clima mais seco, no centro; e a caatinga, no oeste.

Demografia

As pessoas na faixa etária de 0 a 14 anos representam 40,3% do total da população; os habitantes na faixa etária de 15 a 59 anos respondem por 53,3% do total e aqueles de 60 anos ou mais representam apenas 6,4% da população. Um total de 58,3% da população vive nas zonas urbanas, enquanto 41,7% encontram-se na zona rural.

Crescimento populacional

No ano de 1872 a população de Alagoas era de 348.009 habitantes, no ano de 1900 a população era de 649.273 habitantes, no ano de 2000 a população era de 2.819.172 habitantes e no ano de 2010 a população era de 3.120.922 habitantes.

Pontos Turísticos

Os destinos mais procurados atualmente são: Maceió, Maragogi, Japaratinga, Barra de São Miguel, Piaçabuçu, Marechal Deodoro e Penedo, esse último tem um grande potencial turístico e histórico. Além de festejos de Bom Jesus dos Navegantes que começam de 08 a 15 janeiro com balsas que atravessam desde Alagoas até Sergipe e voltam a Penedo,depois em terra começa os Fogos sinalizando a chegada das embarcações e assim as festas com os shows de bandas Musicais.

 

Índice

Outros estados

Dados

Gentílico:Alagoano ou alagoense

Bandeira do Paraná
(Bandeira)

Brasão do Paraná
(Brasão)

Localização

Região Nordeste
Estados limítrofes: Sergipe, Pernambuco e Bahia
Mesorregiões: 3
Microrregiões: 13
Municípios: 102

Capital

Maceió

Governo (2011 a 2014)

Governador: Teotônio Vilela Filho (PSDB)
Vice-Governador:José Thomaz Nonô (DEM)
Deputados Federais: 9
Deputados Estaduais: 27
Senadores: Benedito de Lira (PP), Fernando Collor (PTB), Renan Calheiros (PMDB)

Indicadores (2008)

Esper. de vida 67,2 anos (27º)
Mort. Infantil 18,6‰ nasc. (17º)
Analfabetismo 25,7% (27º)
IDH 0,677 (27º) - médio - 2005

Características geográficas

Área 27 767,661 km² (25º)
População
3 120 922hab. (15º) (2010)
Densidade
112,39 hab./km² (4º)
Clima Tropical (cfa/cfb)
Fuso horário UTC-3

Economia (2007)

PIB R$ 24.575.000.000 (20º)
PIB per capita R$7.874 (25º)

Site do governo

  www.governo.al.gov.br